(35) 3435-1611 (35) 98863-5371
Sindicato

Sem acordo, continua paralisação dos trabalha

DSC08930 menor

A paralisação na Fagor continua

Sem acordo, continua paralisação dos trabalhadores da Fagor

 

Foi apresentada no Ministério do Trabalho no dia (dia 14/08/2013), entre este, Sindicato e Comissão dos trabalhadores, uma proposta que foi rejeitada pelos trabalhadores. Veja a proposta: - Para os funcionários que tiveram aumento recente, ou seja, os que abrangidos pela faixa salarial 1 e 2, o aumento seria de 6%, sem direito ao aumento posterior relativo a data-base de outubro de 2013. - Das faixas 3 em seguida, teriam um reajuste de 11%, já incluindo o reajuste da data-base de outubro de 2013. - E para o pessoal especializado, não teria aumento de antecipação – os trabalhadores desta faixa teriam que aguardar as negociações coletivas de outubro. Tendo em vista em atender as necessidades da empresa, o Sindicato sugeriu uma nova proposta que contemple as reivindicações dos trabalhadores: 1-Aumento real de 8%, mais aplicação do INPC na data-base, mais 2% de aumento real em abril de 2014 para todos os trabalhadores, com salário abaixo a R$ 5.000,00; 2-Negociações das horas paradas; 3-Aumento no valor da cesta básica. Esta proposta valeria a partir de 1º de setembro. Salienta-se que os trabalhadores que tiveram aumento do salário, por força de exclusão de faixas e consequentemente, aumento no piso salarial, estão excluídos desta negociação. O Sindicato aguarda uma posição da empresa com relação a esta nova proposta.