(35) 3435-1611 (35) 98863-5371
Sindicato

Dirigentes debatem agenda e desafios da Class

Sem título-1

Com o intuito de fortalecer o projeto político-organizativo da CUT, a Escola Sindical 7 de Outubro com sede em Belo Horizonte, em parceria com a FEM CUT MG, promoveu na última terça (23/06), o Seminário Conjuntura e Desafios da Classe Trabalhadora no Sindicato dos Metalúrgicos de Pouso Alegre com a participação de mais de trinta trabalhadores e dirigentes sindicais.

No período da manhã a educadora Silvia Demartin, abriu o espaço para os presentes com debates de interesse e relevantes na política social brasileira, entre eles a educação, a saúde, comunicação, laicidade, economia, política entre outros, com ênfase na crise que atinge principalmente o ramo automobilístico do Brasil e que atinge diretamente vários aspectos da vida dos trabalhadores e trabalhadoras e consequentemente afeta as atividades de luta sindical e da CUT.

Logo em seguida o educador Emanoel Sobrinho apresentou informações sobre a análise da conjuntura da CUT ao demonstrar como a crise capitalista está ligada ao imperialismo e no capitalismo neoliberal pelo acúmulo hegemonizado do capital financeiro, especulativo e predatório ditando os rumos da economia internacional ocasionando o restringimento das ações do Estado no desenvolvimento dos países e consequentemente a retirada de direitos e a precarização do trabalho, assim como nos gastos públicos em políticas sociais. Um reflexo disto, segundo dados da OIT, há mais de 200 milhões de trabalhadores desempregados no mundo e com previsão de aumentar.

Para contrapor, a classe trabalhadora e os setores populares têm sistematicamente se mobilizados contra a ofensiva do capital especulativo em diversas partes do mundo, inclusive no Brasil (contra as medidas impopulares por parte do governo que geram desemprego; políticos conservadores e reacionários e fundamentalistas religiosos com uma agenda que leva ao retrocesso) ainda que poucas vitórias concretas tenham sido alcançadas. Um exemplo de ação do governo local contra as artimanhas do FMI (Estados Unidos) foi a  criação do banco dos BRICS, parceria do Brasil com a Rússia, China, Índia e África do Sul.

Baseado em dados produzidos pelo DIEESE, IOS e SNOPS, sob a coordenação da SG e SNF da CUT, para subsidiar o debate nas etapas congressuais, Emanoel expôs gráficos político-econômicos brasileiro, mais especificamente da região sudeste, dividida em quatro partes: Estrutura Econômica (PIB do sudeste, valor da unidade bruto por região, atividades econômicas e os mais relevantes); Indicadores Sociais (IDH, perspectiva de vida e taxa de pobreza); Mercado de Trabalho e Negociações Coletivas (Atividade e distribuição de ocupados por ramos, taxa de ocupação de maior e menor crescimento, escolaridade, formalização dos ocupados, jornada média, rendimento médio [incluindo raça e gênero] de trabalho, taxa de desocupados e de sindicalização, percentual de negociações); e Organização Sindical da CUT (nº de trabalhadores e sindicalizados na base da CUT e macrossetor da Indústria).

Por último, o Presidente da FEM/CUT-MG, Wagner Oliveira, apresentou um projeto chamado Programa de Proteção ao Emprego, projeto este de origem alemã que visa proteger empregos em momentos de retração econômica, demonstrando como ele funciona, as vantagens de sua utilização, a fiscalização de implantação e os requisitos para que a empresa possa aderir.

O acúmulo destas informações, ideias e argumentos finalizados em propostas serão debatidos no Congresso Estadual da CUT (Minas Gerais) e em seguida encaminhados para análise no próximo CONCUT (Congresso Nacional da CUT) em São Paulo, pondo em prática nos próximos anos, um posicionamento mais firme e uma estratégia de alianças que agregue forças para resistir à política de ajuste que transfere aos trabalhadores a conta da crise econômica, além de pressionar ações mais enérgicas de medidas no congresso nacional, poder judiciário e do governo.

O 12º CONCUT será no dia 13 a 17 de Outubro, e tem como mote Educação, Trabalho, Democracia – Direito não se reduz, se amplia.