(35) 3435-1611 (35) 98863-5371
Sindicato

Comando Sul inicia Campanha Salarial Unificad

Sem título-1

Assembleia e panfletagem em frente a empresa Panasonic

A Caravana do Comando Sul com dirigentes das cidades de BH/Contagem, Santa Luzia, Lavras, Alfenas, Pouso Alegre, Cambuí e do STIMEIC deram início as atividades de mobilização dos trabalhadores e trabalhadoras da base metalúrgica. Iniciada na semana passada na cidade de Lavras, hoje o grupo se concentra em Extrema e objetiva conscientizar o trabalhador da importância da união e luta conjunta com seu sindicato para conquistar uma Campanha Salarial mais digna e sem perdas.

Já foram realizadas três negociações entre representantes sindicais e FIEMG e a oferta das empresas, além de ser muito abaixo do esperado pela categoria, representa ainda um retrocesso de acordos com as conquistas atuais: eles oferecem 3,5% para empresas com até 50 empregados, 4% para empresas com mais de 50 funcionários, sendo que este reajuste seria validado a partir de 1º de abril de 2016. Estes números são inferiores se analisarmos as perdas salariais com a inflação dos últimos 12 meses que há previsão de 9,81% em 1º de outubro, data base dos metalúrgicos.

Além disso, eles querem acabar com o abono salarial para as empresas que não tem PLR; o fim da garantia de emprego; o fim da liberação e uma cláusula de Banco de Horas o que até agora, obviamente, foram rejeitadas, e a Comissão dos trabalhadores continua criando estratégias que aproximem o melhor acordo.

Pauta dos Metalúrgicos: -Reajuste salarial de 13,5% -Piso salarial de R$ 1.970,00 -Licença maternidade de 180 dias -Jornada de 40 horas semanais sem redução de salário -Abono salarial nominal -Saúde, segurança e creche

Por isso, não é à toa que a luta conjunta entre sindicato e trabalhadores é fundamental, pois além de manter o que já foi conquistado, continuaremos reivindicando o que é de direito, até que se esgotem todas as alternativas, mas isto sem jamais nos calarmos ou deixarmos que os patronais façam o que querem.

DSC01135

Assembleia e panfletagem em frente a empresa Fagor