(35) 3435-1611 (35) 98863-5371
Sindicato

Chega de intolerância! Não vai ter golpe!

Cayres

Mais uma vez, está na hora dos trabalhadores e das trabalhadoras tomarem as ruas para dar um basta às tentativas rasteiras de destruir a democracia em nosso país. Está na hora de dizer que não aceitamos intolerância, preconceito, ataque aos nossos direitos e retrocesso. Está na hora de reafirmar que a elite deste país precisa acatar o resultado da eleição de 2014 e que não permitiremos nenhum golpe contra os eleitos.

Cabe a nós, trabalhadores (as), ao lado das organizações estudantis, dos movimentos sociais e de todos aqueles que defendem a democracia, pedir respeito ao país e impedir o retrocesso demonstrado em cartazes estampados nos atos golpistas de domingo (16). Não é desse jeito que construiremos uma nação e asseguraremos direitos a todos e todas.

Ao longo da história, a classe trabalhadora sempre soube demonstrar, com consciência e respeito, como e por quê luta. E em momento algum, durante a nossa longa jornada, fomos intolerantes, pedimos a morte de ninguém, ameaçamos ou desrespeitamos seres humanos.

Nunca apostamos no “quanto pior, melhor”, mesmo porque sabemos que o pior sobra sempre para um lado: os (as) trabalhadores (as).

Nesta quinta-feira, dia 20, vamos ocupar mais uma vez as ruas do país, com manifestações em defesa da democracia, dos direitos da classe trabalhadora e de uma agenda nacional que privilegie a retomada do crescimento com desenvolvimento social.

Vamos mostrar que somos a maioria e que não admitimos que o Brasil continue sendo desrespeitado e ferido pela inconsequência daqueles que não aceitam o jogo democrático, daqueles que querem aumentar seus privilégios barrando a ascensão social, impedindo que os filhos dos (as) trabalhadores (as) possam cursar as mesmas universidades que seus filhos, que frequentem os mesmos shoppings e sentem ao lado deles nos aviões.

E vamos às ruas quantas vezes mais for necessário para não deixar que as conquistas obtidas sejam derrubadas e que nossas lideranças sejam atacadas.

Sabemos o que fazer e sabemos qual a nossa responsabilidade. As ruas são e sempre serão o espaço para defender nossos direitos, nossa democracia e nosso país!

Dia 20 será mais um capítulo dessa nossa história de lutas e avanços. Nesse dia, vamos dizer mais uma vez: não vai ter golpe!

*Paulo Cayres é trabalhador na Ford e presidente da Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT 
Fonte: CNM/CUT