(35) 3435-1611 (35) 98863-5371
Sindicato

Campanha Salarial 2015/2016 é aprovada pelos

Sem título-1

2015 foi um ano muito difícil, tanto do ponto de vista econômico quanto político, o que consequentemente afetou diretamente a produção e o emprego brasileiro, essencialmente o setor metalúrgico que sofreu com a redução nas vendas automotivas, e, por último, com a resolução do Contran sobre os extintores. Por outro lado, a patronal se aproveitou da situação para restringir direitos, benefícios e reajustes salariais de seus funcionários, o que demandou ainda mais a luta, inúmeras rodadas de negociações, argumentações e posicionamento do movimento sindical mineiro para conquistar o melhor resultado possível para os trabalhadores metalúrgicos de Minas Gerais.

Nesta semana (15/12), após muita insistência, numa reunião que foi noite adentro, chegou-se a uma proposta que fosse consenso entre representantes dos sindicatos, federações e os das empresas (FIEMG) em Belo Horizonte, para que levasse pelo menos, uma proposta antes de findar o ano.

Desde as primeiras horas do dia 16/12, o STIMEIC vem fazendo assembleias nas portarias das fábricas que ainda não haviam entrado de férias e, nesta última quinta-feira (17/12), às 18:30 horas, em assembleia na sede da entidade, apresentou a todos os trabalhadores presentes a proposta que foi aprovada pela maioria. Ficou assim:

-Aumento Salarial: de 9,90%, sendo assim distribuídos - 7% em 1° de outubro de 2015 e  2,90% para o mês de fevereiro de 2016;

-Abono Único Especial: para as empresas que não possuem PLR – parcela única de R$ 450,00 pagos em março de 2016;

-Garantia de Emprego ou Salário: 30 dias após a assinatura da CCT;

-Compensação de Jornada (síntese) – entre outros itens fica:

  • Folga concedida antecipadamente: deverá ser realizado em até 300 (trezentos) dias subsequentes ao dia em que foi concedida a folga, limitados até 31/12/2016;
  • Trabalho extraordinário antecipadamente: poderá ocorrer exclusivamente para compensação semanal ou de dias pontes; 
  • Nos meses em que ocorrer alteração no saldo de horas do empregado, a empresa deverá entregar, ou disponibilizar aos empregados por sistema eletrônico, no mês subsequente, extrato atualizado, informando o número de horas do saldo ainda devido;
  • O empregado menor ou estudante não poderá ser inserido no sistema de compensação de jornada disposto nesta cláusula, caso haja incompatibilidade de horário escolar, no momento da respectiva compensação, hipótese em que será determinada outra data;

Vigência: esta Convenção Coletiva de Trabalho entra em vigor pelo prazo de doze meses, a contar de 1º de outubro de 2015 até 30 de setembro de 2016;

Prazo para o Pagamento das Diferenças Salariais: As empresas poderão pagar as diferenças salariais juntamente com os salários de janeiro de 2016.

Este foi o melhor acordo que se pôde chegar, dado ao longo tempo que demandou as negociações e a relutância do empresariado de não dar um aumento igual ou acima da inflação, ou até pior, ao propor algumas retiradas de direitos ao qual o movimento sindical se mobilizou constantemente para impedir tais intenções. A diretoria do STIMEIC acha ser a melhor proposta possível diante do atual cenário e o tempo despendido. Mas espera-se que em 2016 as negociações sejam mais dignas e que ampliem ainda mais em favor dos trabalhadores.

O STIMEIC parabeniza os/as companheiros/as que fizeram parte da Comissão Negociadora e que se esforçaram para honrar a classe dos Trabalhadores Metalúrgicos de Minas Gerais.

Charles Teodoro - Assessor de Comunicação do STIMEIC